Demora constante dos ônibus em Dois Irmãos e Sítio dos Pintos

 
Os moradores dos bairros de Sítio dos Pintos e Dois Irmãos ficam ainda mais aborrecidos quando, se falar em transporte público. Eles afirmam que a demora dos ônibus é absurda, uma peregrinação diária para ter acesso a outras opções de linhas e ao transporte público de qualidade na região.
 
Para a moradora, Paloma Santos, 25 anos, o problema é antigo e sem solução. Os ônibus não passam no horário programado, deixando os moradores irritados.
"Se você tiver um compromisso com hora marcada e não pode se atrasar, o jeito é sair bem cedo de casa, caminhar cerca de 10 minutos para ter mais opções. Porque se for esperar por estes ônibus, você não cumpre sua obrigação. As empresas que fazem a linha no bairro não respeitam as pessoas. Estamos cansados de reclamar e não sermos atendidos". Falou a usuária e estudante, Paloma, moradora de Sítio dos Pintos.
 
Já o morador, João Santos, 42 anos, o descanso é tal grande que os grupos da comunidade já se reuniram várias vezes com o Grande Recife e gerentes das empresas de ônibus, e nada muda.
"Sabemos que o trânsito da nossa cidade é um caos, mas não justifica a demora dos ônibus. Foram diversas vezes nas empresas e no Grande Recife em reuniões, e eles não resolvem nada, por que é bairro pobre. Aqui a gente paga muitos impostos e queremos um transporte de qualidade que respeite os usuários". Disse o usuário e pedreiro, João, morador do Córrego da Fortuna.
 
Outro morador, Fernando Costa, 48 anos, denunciou que as empresas de ônibus utilizam o quadro de horário antigo para atender o bairro.
"Essas empresas de ônibus daqui fazem o que quer, pois eles não têm fiscalização rigorosa, por parte do Governo Estadual. A gente já reclamou muitas vezes e nos últimos anos a coisa piorou. O quadro de horário dos ônibus é antigo de 5 anos atrás e ainda as empresas não tem ônibus suficientes para atender a demanda que nos últimos anos só fez crescer". Afirmou o usuário e professor, Fernando, morador de Sítio dos Pintos
 
Diante dessas reclamações, esperamos que o Governo do Estado de Pernambuco, através da secretaria e órgão responsáveis por cada área citada no poste resolva os problemas que mostra o desrespeito aos usuários do transporte público.