BURACOS EM RUA DE SÍTIO DOS PINTOS COMPLICA A VIDA DOS MORADORES

Por causa da ineficiência da presidência da Associação dos Moradores do bairro de Sítio dos Pintos, a comunidade tem que usar a internet para resolver os problemas. Os moradores da 3ª Travessa Paes de Andrade, no Alto Boa Esperança, reclamam da falta de manutenção da rua. 


Os buracos estão tanto dor de cabeça a muito tempo, causando até acidentes e dificultando a passagem das pessoas, principalmente os idosos. Essa não é a única preocupação dos moradores, além dos buracos, a noite fica uma escuridão com os postes apagados, aumentando ainda mais os problemas. 


 
Portanto, a comunidade conta com a solidariedade do prefeito João da Costa para enviar uma equipe da Prefeitura do Recife que possa de fato colocar um ponto final e resolver esta situação lastimável.

SÍTIO DOS PINTOS ESPERA INAUGURAÇÃO DO ALTO BOM JESUS

Foto: PCR

A população de Sítio dos Pintos gostaria de saber da Prefeitura do Recife quando vão terminar a obra (escadarias e encostas) no Alto Bom Jesus, na comunidade. Além do termino, o povo pedi a inauguração da obra por parte do prefeito João da Costa (PT) e a oficialização total do fechamento da obra. Historicamente, as poucas obras realizadas pela PCR na comunidade, tiveram também a pouca presença dos prefeitos na entrega das obras para os moradores. Portanto, o povo da comunidade espera a presença  e o compromisso do prefeito João da Costa para a inauguração das encostas e escadarias do Alto Bom Jesus, pois os moradores querem agradecer de perto ao chefe do executivo municipal.

FALTA DE SEGURANÇA CONTINUA PREOCUPANDO MORADORES DE DOIS IRMÃOS


Moradores falam do maior problema do bairro de Dois Irmãos no momento, a insegurança. O grande problema das comunidades de Sítio dos Pintos, Sítio São Braz, Sítio Sapucaia e Córrego da Fortuna, em Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife. As comunidades se preocupam com o grande índice de assaltos na região e também da falta de um plano de ações do Governo do Estado. Segundo informações dos moradores existe uma explicação para a violência no bairro. 

Após o fechamento do posto policial pela Secretaria de Defesa Social começou a ter assalto e até execução, a PM fez ações  no bairro que diminuiu os assassinatos, mais continua a insegurança. Já outros habitantes sugerem maior investimento em atividades para os jovens, afirmando que se tivesse mais atividades culturais, cursos profissionalizantes, acesso as ações educativas e esporte, a violência diminuiria.