CONSTRUÇÃO DO CEMEI DE SÍTIO DOS PINTOS NÃO SAIU DO PAPEL

Modelo do CEMEI
Divulgação: SEEL - PCR

O prefeito João da Costa deu ordem de serviço para construção do Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI – Sítio dos Pintos) da Secretaria de Educação, e até hoje, nada saiu do papel. 

A ordem foi assina em 2010 no Centro de Formação Professor Paulo Freire, no bairro da Madalena, que contou com a presença das comunidades de Sítio dos Pintos, Córrego da Fortuna, Sítio São Braz e Dois Irmãos, que serão beneficiadas com a moderna creche da Prefeitura do Recife. Mais nada se tornou realidade. 

Segundo, José Alberto, conhecido por Betinho, integrante do Grupo Compasp, a obra vai tirar do papel um direito da criança. "Essa creche é muito importante para a região, pois vai atender a muita gente. Serão mães que poderão deixar os seus filhos para trabalharem, e os pequeninos terão o seu direito atendido”.

O José Alberto complementa falando da importância desse direito para a cidade. “O CEMEI vai ser mais uma conquista para toda a sociedade. O povo vendo isso acontecer, será a prova que o Recife continua a cuidar e a fazer muito mais pelas pessoas. A construção da creche é mostrar o compromisso dessa gestão popular e comprometida com as causas populares”. 

O CEMEI foi uma das prioridades mais votadas no Orçamento Participativo 2009, onde o Grupo Compasp e o Grupo Mulheres de Sítio dos Pintos sempre estiveram presentes nessa luta com delegados e delegadas no OP.