CASO EDUCAÇÃO // PROBLEMAS NA GESTÃO DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO ESTÃO AUMENTANDO A CADA DIA E PREOCUPANDO TODA COMUNIDADE EDUCACIONAL DO RECIFE

Os problemas na gestão da Secretária de Educação, Esporte e Lazer do Recife (SEEL) vem crescendo e deixando toda equipe no mal estar político, pois tudo tem que passar no gabinete do secretário, Cláudio Duarte, dificultando as relações de autonomia de alguns diretores e assessores. O desgaste a cada dia está aumentando e algumas pessoas principais da equipe gestora estão entregando o cargo, como é o caso do assessor-adjunto, Flávio Brayner, e a diretora de Ensino e Formação Docente, Ângela Monteiro, que foram convidados pessoalmente pelo atual secretário de Educação, para fazer parte da sua equipe como cargo de confiança, mais em menos de um ano, já deixaram o cargo.

Segundo informações as saídas são decorrentes por não concordarem com os encaminhamentos definidos pelo secretário em relação à Política Educacional da cidade e não se sentirem motivados em relação as propostas educacionais do atual secretário, que efetivamente, não contribui com a construção da cidadania plena e ativa das crianças, adolescentes, jovens e adultos da Rede Municipal de Ensino do Recife. Além de que outros gestores (assessores, gerentes e diretores) vão entregar os cargos, que também não estão concordando com as atitudes do secretário a frente da SEEL, e os educadores da Rede Municipal de Ensino, divulgaram várias cartas relatando as preocupações e os vários problemas que estão tendo em realizar as ações planejadas da secretaria.

Estes problemas demonstra que a brinca está grande na Prefeitura do Recife, pois alguns gestores da SEEL são especialistas na área educacional e ligados ao ex-prefeito, João Paulo, que se afastou do atual prefeito, João da Costa. O ex-assessor executivo e a diretora de Ensino da SEEL divulgaram uma carta para todos/as educadores/as da Rede Municipal de Ensino.