CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE

A Secretaria de Saúde do Recife e o Conselho Municipal de Saúde realizam a 9ª Conferência Municipal de Saúde do Recife, abordando o tema: “Fortalecer a Participação e o Controle Social Para a Consolidação do SUS“. A Conferência Municipal de Saúde é o exercício do Controle Social, onde se decide através das Plenárias Microrregionais, Conferências Distritais e por fim a Conferência Magna com a eleição do Conselho Municipal de Saúde, que se distingue por realizar fiscalização nas ações de saúde como um todo e nas unidades de saúde mediando eventuais conflitos. A Conferência de Saúde do Recife será realizada no período de 06 a 08 de outubro de 2009 no Centro de Convenções da UFPE.
Serviço:

Denúncia de apropriação em área da Mata Atlântica

Internauta alerta sobre aterramento, extração de barro e construções irregulares em comunidade

Reportagem: Ana Paula Neiva

A comunidade de Sítio dos Pintos, próxima à Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), no bairro de Dois Irmãos, corre o risco de perder o que sobrou da Mata Atlântica. Construções irregulares, aterramento de um riacho e extração de barro das encostas da mata estão entre os principais problemas que atingem a reserva. A pior situação está na Avenida Manuel de Medeiros, na esquina da entrada do Sítio dos Pintos com a Rua Luiz Antônio de Araújo. Neste trecho, segundo informa o cidadão-repórter Benício Alves, foi levantado um muro de alvenaria com mais de dois metros de altura e, por trás, está sendo feito, em vários pontos, o aterramento do riacho existente. "Estão arrancando o barro da mata e construindo imóveis sem o menor cuidado urbanístico. O que está prejudicando a preservação da Mata de Dois Irmãos. Se ninguém fizer nada, a reserva será destruída", denuncia o internauta.

De acordo Benício Alves, a ocupação desordenada do bairro começou em meadosde 1998. "Na época, representantes dos moradores apresentaram um dossiê à Empresa de Urbanização do Recife (URB) contendo fotografias da degradação do meio ambiente do entorno da área invadida e das adjacentes, mas a URB respondeu dizendo que não constava nenhum programa de intervenção na área e sugeriu que, nós moradores, procurássemos nos articular por meio do Programa Orçamento Participativo", comentou. Segundo ele, em 2000, os moradores voltaram a denunciar o aterro do riacho, queda de barreira e desmatamento da área de reserva. Nove anos depois, a situação se repete. "A retirada do barro pode provocar acidentes e desacomodação do solo nos terrenos vizinhos. É preciso que as autoridades façam alguma coisa", alerta.

A comunidade do Sítio dos Pintos integra a 3ª Região Político-Administrativa do Recife, a Noroeste da cidade, formada por um total de 29 bairros. Localizada entre Caxangá, Dois Irmãos e divisa com o município de Camaragibe, o Sítio dos Pintos ocupa uma área de 178 hectares e tem uma população de 5,660 habitantes, segundo dados do IBGE/Censo de 2000. Parte da área que está sendo invadida pertence ao domínio da UFRPE. Segundo o cidadão-repórter Benício Alves, na verdade, há informações de as áreas estão sendo ocupadas por grileiros. "Comentam-se que são funcionários e ex-servidores da própria universidade", diz.

Controle - A pró-reitora interina de planejamento da UFRPE, Carla Coelho, informa que já existe um processo em tramitação junto à Prefeitura do Recife para definir o perímetro de responsabilidade da universidade. Ela reconhece que, nos últimos anos, parte da área foi alvo de algumas invasões. Carla Coelho admite, no entanto, que não há como controlar a urbanização irregular ao redor do seu prédio por se tratar de um terreno bastante extenso. Apesar disso, ela diz que não tinha conhecimento de que a área está sendo ocupada por grileireiros, como denunciou o cidadão-repórter Benício Alves. Quanto às denúncias de desmatamento, extração de barro e aterramento do riacho na área da reserva da mata, a pró-reitora interina de planejamento da UFRPE diz que, normalmente, ao tomar conhecimento de fatos como este, encaminha as informações aos órgãos competentes. Você também pode sugerir reportagens como esta. Basta acessar o endereço: www.pernambuco.com/cidadao.

Saiu no Diário de Pernambuco - 22/09/2009

PRÉVIA DA PARADA DA DIVERSIDADE

No domingo (13), representantes da PCR e do Fórum LGBT fazem caminhada na Avenida Boa Viagem com o objetivo de informar aos condôminos sobre Parada da Diversidade, que acontecerá no local, dia 20 de setembro.

A concentração acontece na Pracinha de Boa Viagem, às 9h. Ainda no domingo haverá uma prévia do evento no Espaço Muzanzé, (Rua Mario Neves Batista, antiga Rua 10, N° 75, Lagoa Encantada, Ibura) às 14h. Nenas Farias DNA e banda, Thia Baya, Jaine Elner, show de trans, apresentações de maracatus e afoxés fazem parte da programação.

“Jovens em Perigo”

No Profissão Repórter da terça-feira, 1º de setembro, Caco Barcellos e sua equipe passaram 48 horas em três cidades com o maior índice de assassinato de jovens no Brasil. Os repórteres Mariane Salerno e Caio Cavechini estiveram em Foz do Iguaçu, a cidade número 1 no ranking de adolescentes vítimas da violência. Por que eles morrem e matam tanto na fronteira? Thaís Itaqui e Felipe Gutierrez passaram o fim de semana no Espírito Santo, estado com três cidades incluídas entre as 10 mais perigosas para jovens. E Caco Barcellos percorreu a Grande Recife e mostrou a rotina de medo e dor numa das regiões mais violentas do Nordeste brasileiro.

Para conferir o programa acesse: http://especiais.profissaoreporter.globo.com/programa/

PREFEITURA VAI REALIZAR OBRAS NO ALTO BOM JESUS ATRAVES DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

A Prefeitura do Recife divulgou pacote com cerca de 100 obras para realizar nesse segundo semestre, e a comunidade de Sítio dos Pintos vai ser atendida com a pavimentação, escadaria, encosta e drenagem do Alto Bom Jesus, próximo a Escola Municipal Mundo Esperança. Esta obra foi solicitada no Orçamento Participativo pelos delegados da comunidade. Serão cerca de 30 famílias beneficiadas com a realização dessa obra, assim, trazendo o desenvolvimento e progresso para os moradores.

COMUNIDADE DO SÍTIO DOS PINTOS FICA SEM ÁGUA NAS TORNEIRAS

Os moradores do Sítio dos Pintos estão revoltados com a Compesa. A comunidade reclama das ações que a empresa faz e não comunica à população. No últimos dias 19 e 20, os moradores ficaram mais uma vez sem água. "Foram quase 30 horas sem um pingo nas torneiras", queixou-se o morador do Alto da Boa Esperança, seu José Antônio. Ele, informa ainda:”A Compesa vem atuando de informa arbitrária, pois aconteceu uma situação de colocarem relógios nas casas sem autorização da gente”.

PRAÇA É PRIORIDADE PARA OS MORADORES DE SÍTIO DOS PINTOS

A prioridade escolhida pelos moradores de Sítio dos Pintos no OP 2009 foi à construção da Praça com espaço para eventos no terreno dos Marroquinos, depois das três plenárias da microrregião 3.1 e das urnas eletrônicas, a comunidade fica pela primeira vez com 2 (duas) ações, nas 10 (dez) prioritárias para a Prefeitura do Recife fazer na região. Em quinta colocação esta a praça e em sexto a contenção de encosta da Travessa da Rua Parque Santa Maria. Durante o mês de setembro é vez dos votos pela internet, todos os habitantes do Recife poderão votar. Quer sabe mais procure os delegados do OP para se informar.

AS MÍDIAS: O SEU PAPEL E PODER

Nunca os meios para se comunicar e se informar foram tão diversos e numerosos, mas, muitas vezes, as relações entre as mídias e o poder político e econômico são ambíguas. Qual é o papel das mídias? A palavra “mídia” vem do latim medium (“aquilo que está no meio”, “intermediário”). As mídias estabelecem uma relação entre o público (leitores, ouvintes, telespectadores) e o resto do mundo. As mídias possuem diferentes funções: informar sobre as atualidades, transmitir conhecimentos científicos, dar acesso as culturas literárias ou artísticas, criar debates de idéias. Elas também são – sobretudo as mídias audiovisuais – meios de distração. Várias mídias são financiadas pela publicidade. Quanto mais audiência eles tem, mais cobram por seu espaço publicitário. Por isso, muitas são levadas, especialmente as redes de televisão, a privilegiar o “entretenimento” para atingir audiências maiores. A mídia e o poder A imprensa escrita e televisiva é um meio de discutir o poder político, denunciar possíveis abusos e dar voz a opiniões opostas. Isso explica por que as DITADURAS controlam as mídias e atacam os jornalistas que defendem a liberdade de expressão. Para quem defende a DEMOCRACIA, as mídias devem ser independentes do poder político, embora também sejam consideradas, ao lado dos três poderes, um “quarto poder”. Nos países democráticos, as mídias são bastante diversificadas, mas a maioria pertence a grandes grupos INDUSTRIAIS e financeiros. Assim, algumas MULTINACIONAIS possuem jornais, redes de televisão e sites. Na maioria das vezes, nem sempre de modo explicito, elas utilizam essas mídias para defender seus interesses e fazer a publicidade dos seus produtos muito mais do que para desenvolver o espírito critico e contribuir para o debate democrático.