FUNDAÇÃO DE CULTURA DA CIDADE DO RECIFE COMEMORA 30 ANOS

No dia 26 de abril, a Fundação de Cultura Cidade do Recife completou 30 anos e, para comemorar o seu aniversário, a Prefeitura do Recife desenvolverá atividades ao longo de 2009 em homenagem a autarquia. Para começar as comemorações, a administração municipal lança um selo comemorativo que será usado durante todo o ano nos eventos culturais. Nesta quarta-feira (29), a Banda Sinfônica Cidade do Recife faz o seu concerto oficial especial com uma grande homenagem à Fundação. A idéia é que ao longo do ano a gente vá desenvolvendo ações como a criação da marca da Fundação, um livro sobre ela, uma homenagem aos servidores da casa e ações do Programa Multicultural com esta temática, explica a presidente da FCCR, Luciana Félix. Instituída através da Lei 13.535, de 23 de abril de 1979, a Fundação de Cultura Cidade do Recife - FCCR - vincula-se à Secretaria de Cultura da Prefeitura do Recife, e tem por objetivos principais e permanentes exercer, desenvolver e incentivar a política cultural do município; fortalecer o sentimento de cidadania e preservar o patrimônio cultural municipal e nacional, no âmbito da Cidade do Recife. São funções institucionais da FCCR, entre outras: promover as expressões culturais em suas mais diversas formas; incentivar, produzir e patrocinar eventos e programas junto às comunidades; incentivar a produção artística e literária; ampliar a participação comunitária no processo de formação das cadeias produtivas da cultura; desenvolver ações permanentes voltadas para uma política de inclusão, que contemple todos os segmentos sociais, a fim de que possam não apenas fruir, mas também produzir bens culturais. Duas diretorias são as responsáveis pelo desenvolvimento de políticas culturais entre os segmentos e equipamentos culturais: a de Descentralização e Desenvolvimento Cultural e a de Gestão de Equipamentos. A primeira tem sob sua direção as gerências de Música, Artes Visuais, Artes Cênicas, Literatura e Editoração, Audiovisual, Formação Cultural, além do Programa Multicultural. A segunda está subdividida nas gerências de Museus, Teatros e Bibliotecas que tratam de toda a infra-estrutura do Museu Murillo La Greca, das Bibliotecas de Casa Amarela e Afogados, dos teatros do Parque e Barreto Júnior e do Complexo Cultural Pátio de São Pedro composto pelo Centro de Formação em Artes Visuais, Centro de Design, Mamam do Pátio, Museu de Arte Popular, Memorial Luiz Gonzaga e Memorial Chico Science.