ESTUDANTES DE SÍTIO DOS PINTOS COLOCAM BOCA NO TROMBONE

A violência e o risco de desabamento de barreiras assustam os estudantes

Insegurança. O grande problema da comunidade de Sítio dos Pintos, no bairro de Dois Irmãos, no Recife, preocupam até mesmo as crianças da comunidade, estudantes da escola municipal Sociólogo Gilberto Freyre.

Apesar de ter apenas 13 anos, José Nilton da Silva Júnior já tem uma explicação para a violência no bairro. “Depois que desativaram o posto policial começou a ter assalto e até assassinato”, diz. O antigo posto virou a sede da associação de moradores do bairro.

A falta de segurança não é só por causa da violência. O risco de desmoronamento de barreiras também assusta os pequenos. “Lá perto de casa tem uma barreira. Se tiver chuva forte, pode cair. A gente liga pra Codecir [Coordenadoria de Defesa Civil do Recife], mas ela nunca vem ajeitar”, reclama Ana Carolina da Conceição Oliveira, de 11 anos. “A gente corre risco e a odecir não vem nem para colocar uma lona plástica”, afirma Alessandra Regina da Silva Tavares, também de 11 anos.

FONTE: PORTAL PE360GRAUS