PREFEITURA REALIZA COLETIVA DE IMPRENSA DO SÃO JOÃO DO RECIFE 2009

A Prefeitura do Recife convida para a coletiva de imprensa do São João do Recife 2009 que ocorrerá nesta quarta (20), a partir das 17h, na Sala de Reboco. Em seguida, haverá uma animada festa para jornalistas e convidados. Terão shows do Quinteto Sala de Reboco, Josildo Sá, Petrúcio Amorim, Nádia Maia, Beto Hortiz, Patrícia Cruz, Silvério Pessoa, Maciel Melo, Irah Caldeira, Cristina Amaral, João Silva e Anchieta Dali.

Dia:20.05

Local: Sala de Reboco, na rua Gregório Júnior, 264, Cordeiro.

Hora: 17h

Plenária dos Movimentos Sociais sobre a I CONFECOM

A Comissão Pró-Conferência de Comunicação de Pernambuco, composta por entidades da sociedade civil signatárias deste documento, dirige-se respeitosamente ao Governo do Estado de Pernambuco e aos governos municipais para reivindicar a instalação, de forma democrática e participativa, das etapas que devem anteceder a I Conferência Nacional de Comunicação (I Confecom), convocada através do Decreto presidencial de 16 de abril de 2009. Aos nos organizarmos nesta Comissão em Pernambuco nos somamos à mobilização nacional de forças políticas e sociais que há muito desejam uma discussão profunda sobre a comunicação em nosso país. Defendemos o direito à comunicação como condição indispensável ao fortalecimento do processo democrático brasileiro e ao exercício da cidadania. A convocação da 1ª Confecom, marcada para os dias 1, 2 e 3 de dezembro, em Brasília, eleva a nossa luta a um novo patamar e é entendida como uma primeira vitória. No entanto, ela só poderá ser comemorada com a garantia de ampla participação social, incluindo as entidades representativas de defesa dos direitos humanos e das questões racial e de gênero, permitindo que a formulação de políticas e de uma nova regulamentação para o setor seja resultado da vontade coletiva. Assim, convidamos os representantes dos governos a se fazerem presentes à plenária da Comissão Pró-Conferência de Comunicação de Pernambuco, que acontecerá no dia 29 de maio, às 14h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores na Educação de Pernambuco – SINTEPE, no Bairro da Boa Vista - Recife PE. Esta plenária pretende marcar o início de um processo de diálogo qualificado entre movimentos sociais e representantes dos Poderes Executivo e Legislativo sobre a organização e os rumos desta conferência.

AUTORIDADE PEDAGÓGICA DO PROFESSOR (A)

Em debate com Geraldo Freire, Teresa defende autoridade pedagógica do professor A questão da violência nas escolas e maneiras de combatê-la. Este foi um dos temas discutidos no programa de Geraldo Freire, na Rádio Jornal, na manhã desta quarta-feira (14/05), com a deputada estadual Teresa Leitão. Também participaram o conselheiro municipal de Defesa da Pessoa Idosa, Dr. Jorge Adolfo, falando sobre a violência contra idosos e o médico João Veiga falando sobre a violência nas emergências médicas. Teresa apresentou um quadro preocupante da violência nas escolas, não só a física, como a violência psicológica. “Eu defendo que o professor tenha uma autoridade pedagógica na sala de aula, os estudantes devem ter a consciência de que precisam dele para se desenvolver”, disse, completando. “Essa é uma relação duradoura, é um ano inteiro de convívio, se não houver respeito e essa autoridade do professor, a relação entra nos vícios do cotidiano”, lembra Teresa que é professora aposentada. Contudo, a deputada lembra que não se deve regredir aos tempos do “caroço de feijão e da palmatória” tampouco a liberdade exacerbada. Ela denunciou que muitos professores estão sofrendo de um sentimento de impotência pior que o estresse. “É um sentimento de desistir da profissão de professor, continuando na função de professor”, lamentou. Para combater tal situação, Teresa também colocou a família como personagem principal na formação da criança e do adolescente que vai para a escola. Já o médico João Veiga relatou a dura experiência dos profissionais da área de saúde que tratam dos atendimentos de emergência em Pernambuco. Para ele, se o médico já é vítima de violência por conta das más condições e da superlotação das emergências públicas, os técnicos da área de enfermagem são pior tratados. “Veiga lembra que esses profissionais estão indo para os trabalhos preparados para receber todo tipo agressão e culpou as filas enormes, o fato dos pacientes urgentes passarem horas para fazer uma cirurgia e a superlotação”. Já o Dr. Jorge Adolfo, defendeu que os idosos não devem ser infantilizados ou cerceados de seu direito de ir, vir e tomar decisões de foro íntimo. Para ele, as piores agressões estão dentro de casa e, infelizmente, filhos tratam os idosos como crianças e querem decidir questões de sua vida amorosa, por exemplo. Depois de muitas rodadas e questionamentos dos ouvintes, o debate encerrou-se com um apelo da deputada Teresa Leitão. “Não se faz educação sem a valorização da pessoa humana, sem melhorar o relacionamento entre professor e aluno”, disse Teresa. Fonte: Site da Deputada Teresa Leitão (www.teresaleitao.com.br)

IMPASSE DA GRANDE RECIFE

Saiu na coluna JC nas Ruas, de Claúdia Parente, no Jornal do Commércio (14/05/2009) que existe um impasse da comunidade de Sítio dos Pintos para que o Grande Recife comece as obras do Terminal de ônibus na comunidade. Pois, a dificuldade é que algumas lideranças defendem a compra de um terreno privado para o terminal, mas outros querem uma praça nesse local. Mas de fato o impasse começa no Grande Recife, pois já faz dois meses que a Compasp - Comissão Pró-Arraial do Sítio dos Pintos protocolou no gabinete de Dílson Peixoto (diretor-presidente da empresa) pedido esclarecimentos sobre o projeto da obra e uma audiência para dialogar sobre a questão, e até hoje nada. Segundo a opinião da coordenação da Compasp, a única dificuldade que esta tendo é a do dialogo transparente e político. “O impasse não é só da comunidade, mas sim da falta de colocar todo mundo na roda e conversar politicamente. Achamos que é função do governo dialogar com a população e saber de fato se ela que isso mesmo. Além de ser transparente e imparcial”. Nós fizemos um abaixo-assinado que já foi entregue na Grande Recife com assinaturas de moradores (as) do bairro e querem o cancelamento do projeto e sim a construção de uma praça de eventos, a mesma, já foi ano passado à plenária do Orçamento Participativo para ser votada como uma das prioridades da comunidade. A Compasp afirma também que estar se articulado para mostrar o que o povo que de verdade. “Agora vai voltar novamente para ser votada pela população e bem articulada. A nossa luta não é só para cancelar, mas também da falta de dialogo da empresa com a grande população de Sítio dos Pintos”.

JUVENTUDE E ROMARIA

Romaria Jovem sai neste domingo pelas ruas do Recife Acontece neste domingo, dia 17/05, a 19ª Romaria Jovem de Recife. O evento é organizado pela Articulação da Juventude Salesiana do Nordeste e a cada ano reúne um grande número de jovens. Baseando-se nas ultimas romarias, estima-se a participação média de 2.000 pessoas.

A caminhada sairá do Parque 13 de maio, após celebração Eucarística (8h30) presidida pelo Pe. João Carlos Ribeiro, rumo ao Colégio Salesiano. O tema deste ano é: Maria, mãe da juventude.

Além de Recife, outras Romarias jovens acontecem durante o mês de maio em várias outras cidades do nordeste, como Juazeiro do Norte (CE) e Natal (RN).

IDOSOS E IDOSAS ASSISTEM A ESPETÁCULO DE TEATRO NO RECIFE

O Projeto Estação Multicultural de Artes Cênicas, coordenado pela Gerência de Serviço de Teatro da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR), levará nesta sexta-feira, dia 8, os idosos e as idosas atendidos/as pela Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã e Secretaria de Assistência Social, para assistirem ao espetáculo Auto da Compadecida.

A montagem do texto de Ariano de Suassuna, sob a direção de Marco Camarotti e produção da Dramart, festejará, com a apresentação, 17 anos de sucesso, tendo viajado por todos os estados do País e colecionado prêmios em diversos festivais.

O Projeto Estação Multicultural de Artes Cênicas leva espetáculos para as comunidades e estudantes de escolas públicas, integrantes de associações sociais e comunitárias aos teatros do Recife, promovendo a descentralização da produção cultural e contribuindo para a manutenção da temporada dos espetáculos em cartaz.

ESTUDANTES DE SÍTIO DOS PINTOS COLOCAM BOCA NO TROMBONE

A violência e o risco de desabamento de barreiras assustam os estudantes

Insegurança. O grande problema da comunidade de Sítio dos Pintos, no bairro de Dois Irmãos, no Recife, preocupam até mesmo as crianças da comunidade, estudantes da escola municipal Sociólogo Gilberto Freyre.

Apesar de ter apenas 13 anos, José Nilton da Silva Júnior já tem uma explicação para a violência no bairro. “Depois que desativaram o posto policial começou a ter assalto e até assassinato”, diz. O antigo posto virou a sede da associação de moradores do bairro.

A falta de segurança não é só por causa da violência. O risco de desmoronamento de barreiras também assusta os pequenos. “Lá perto de casa tem uma barreira. Se tiver chuva forte, pode cair. A gente liga pra Codecir [Coordenadoria de Defesa Civil do Recife], mas ela nunca vem ajeitar”, reclama Ana Carolina da Conceição Oliveira, de 11 anos. “A gente corre risco e a odecir não vem nem para colocar uma lona plástica”, afirma Alessandra Regina da Silva Tavares, também de 11 anos.

FONTE: PORTAL PE360GRAUS

FALTA DE RETORNO DA GRANDE RECIFE

Os moradores de Sítio dos Pintos e integrantes da Comissão Pró-Arraial está a espera do retorno da Grande Recife, já faz aproximadamente um mês que protocolaram um oficio pedido esclerecimentos da construção de um novo terminal na comunidade e até hoje estão sei reposta. O grupo está fazendo abaixo-assinado, pois o local que seria a construção desse novo terminal, os moradores querem uma praça de eventos.

FUNDAÇÃO DE CULTURA DA CIDADE DO RECIFE COMEMORA 30 ANOS

No dia 26 de abril, a Fundação de Cultura Cidade do Recife completou 30 anos e, para comemorar o seu aniversário, a Prefeitura do Recife desenvolverá atividades ao longo de 2009 em homenagem a autarquia. Para começar as comemorações, a administração municipal lança um selo comemorativo que será usado durante todo o ano nos eventos culturais. Nesta quarta-feira (29), a Banda Sinfônica Cidade do Recife faz o seu concerto oficial especial com uma grande homenagem à Fundação. A idéia é que ao longo do ano a gente vá desenvolvendo ações como a criação da marca da Fundação, um livro sobre ela, uma homenagem aos servidores da casa e ações do Programa Multicultural com esta temática, explica a presidente da FCCR, Luciana Félix. Instituída através da Lei 13.535, de 23 de abril de 1979, a Fundação de Cultura Cidade do Recife - FCCR - vincula-se à Secretaria de Cultura da Prefeitura do Recife, e tem por objetivos principais e permanentes exercer, desenvolver e incentivar a política cultural do município; fortalecer o sentimento de cidadania e preservar o patrimônio cultural municipal e nacional, no âmbito da Cidade do Recife. São funções institucionais da FCCR, entre outras: promover as expressões culturais em suas mais diversas formas; incentivar, produzir e patrocinar eventos e programas junto às comunidades; incentivar a produção artística e literária; ampliar a participação comunitária no processo de formação das cadeias produtivas da cultura; desenvolver ações permanentes voltadas para uma política de inclusão, que contemple todos os segmentos sociais, a fim de que possam não apenas fruir, mas também produzir bens culturais. Duas diretorias são as responsáveis pelo desenvolvimento de políticas culturais entre os segmentos e equipamentos culturais: a de Descentralização e Desenvolvimento Cultural e a de Gestão de Equipamentos. A primeira tem sob sua direção as gerências de Música, Artes Visuais, Artes Cênicas, Literatura e Editoração, Audiovisual, Formação Cultural, além do Programa Multicultural. A segunda está subdividida nas gerências de Museus, Teatros e Bibliotecas que tratam de toda a infra-estrutura do Museu Murillo La Greca, das Bibliotecas de Casa Amarela e Afogados, dos teatros do Parque e Barreto Júnior e do Complexo Cultural Pátio de São Pedro composto pelo Centro de Formação em Artes Visuais, Centro de Design, Mamam do Pátio, Museu de Arte Popular, Memorial Luiz Gonzaga e Memorial Chico Science.