A VOZ DO POVO

Falta creche para as crianças do Sítio dos Pintos

Do Jornal do Commercio

Passado o período de licença-maternidade, é comum que as mães procurem onde deixar os filhos pequenos para poder voltar ao trabalho. As creches são, muitas vezes, a solução para esse problema. Mas no bairro do Sítio dos Pintos, na Zona Norte do Recife, muitas mulheres deixam de trabalhar ou, as que podem, pagam babás particulares para cuidar dos filhos. É que no bairro não há nenhuma creche municipal e, segundo moradores, a reivindicação é antiga. A denúncia foi apurada pelo projeto Rádio do Povo, da Rádio Jornal.

“Nós queremos trabalhar, mas não temos onde deixar nossos filhos. Do pouco que ganhamos, temos que tirar para pagar a uma pessoa para cuidar das crianças”, reclama Andreza Alves, mãe de uma menina de 4 anos.

Jaílma Soares enfrenta a mesma dificuldade. Ela tem três filhos, sendo um deles com 2 anos de idade. Além de sustentar a casa com o salário de empregada doméstica, uma parte do dinheiro é destinado ao pagamento de uma babá. “Tenho que pagar, pois não posso ficar sem trabalhar. Se tivesse uma creche aqui no bairro, seria bem melhor. O dinheiro que tiro faz falta no final do mês”, explica.

A auxiliar de serviços gerais, Rosenilda Andrade, precisou desistir do emprego por não ter onde deixar os três filhos. “Eles iam para a creche de Apipucos, que é a mais perto daqui, mas, mesmo assim, ainda é muito longe. Como não tinha mais condições de pagar as passagens de ônibus, saí do emprego para ficar com eles. Tive que esperar eles crescerem para voltar a trabalhar”, diz.