Postagens

Mostrando postagens de Março, 2008

CADERNO GRANDE RECIFE - FOLHA DE PERNAMBUCO

Paz é pedida em protesto LARISSA BRAINER Há cerca de 20 dias, Rejane da Silva, 43 anos, perdeu o filho de 18 anos. Ele foi assassinado. Rejane e seu filho são duas entre as várias pessoas que sofrem diariamente com a violência e a falta de segurança na comunidade de Sítio dos Pintos, em Dois Irmãos. “Estou com medo de sair na rua, medo de dormir. Minha filha de 15 anos também está temerosa em sair de casa”, desabafou a vendedora. Liziane Cristina da Silva, 18 anos, também juntou-se ao coro, revelando seu pavor com tamanha insegurança no bairro. “Não saímos à noite. Durante o dia, saímos e não sabemos se vamos voltar”, disse. E foi para pedir paz, segurança e os direitos básicos do cidadão que Rejane, Liziane e outros moradores se reuniram, ontem, no Apitaço da Paz, na própria comunidade. O manifesto foi promovido pela Comissão Pró-Arraial de Sítio dos Pintos (Compasp) como uma das atividades do Plano de Ações para a Comunidade de Sítio dos Pintos. “Nosso objetivo é chamar a atenção d…

MAIS SEGURANÇA

Sítio Os moradores do Sítio dos Pintos pedem à Secretaria de Defesa Social (SDS) mais segurança na comunidade, pois todos os dias estão acontecendo assaltos. Os assaltantes utilizam sempre motocicletas e fogem com bastante rapidez. Coluna Folha da Cidade - Folha de Pernambuco - PE 13/03/2008