SEGURANÇA

Assaltos aterrorizam moradores do Sítio dos Pintos, na Zona Norte A falta de segurança continua sendo o problema que mais preocupa os moradores da comunidade de Sítio dos Pintos, Zona Norte do Recife. Desta vez, a vítima foi o educador José Alberto, conhecido neste site como José do Rádio, que reside há mais de 20 anos no local. Ele caminhava pela Estrada do Sítio dos Pintos, quando foi abordado por dois homens armados que estavam em uma moto e teve sua carteira com documentos roubados. "A comunidade já denunciou outros casos, que vem deixando a população aterrorizada. Agora é esperar que as ações do Pacto pela Vida possam contribuir e ajudar a melhorar a segurança na área", diz José do Rádio. Segundo a assessoria de comunicação social da PM, o policiamento no local é feito com rondas motorizadas. Esta nota foi públicada no DP - Editoria Vida Urbana - Cidadão Reporter, no dia 30/12/2008.

Mantras 2009

Segundo o numerólogo e engenheiro dimensional Gilson Chveid Oen, 2009 será o ano da Coletividade, da Mulher, da Sensibilidade, do Cooperativismo e das Luzes. "Uma época onde a união dos indivíduos será o elemento fundamental para dar vida aos seus sonhos", explica. De acordo com Gilson, as CORES que estarão fortemente ligadas ao novo ano são todos os Tons Pastéis, Tons de Branco e o Cinza-claro. Entretanto, a cor principal de 2009 será o Tijolo Alaranjado. Segundo o numerólogo, que anualmente estuda e desenvolve os MANTRAS (códigos produtores de realidade) para o ano novo, a frase-chave de 2009 será: TÃO FÁCIL TE QUERER 2009 E VOU TE ABRAÇAR DE VERDADE 2009. "Esses mantras precisam ser repetidos várias vezes ao dia. Ou falando, ou escrevendo ou olhando no espelho", completa Gilson, que ainda indica a canção Coisas do Brasil , de Guilherme Arantes, como pano de fundo."Os mantras ajudam, eu diria, 60% das pessoas que os utilizam, com resultados muito bons para cada uma delas", garante o numerólogo. Além do Alcance, de Gilson Chveid Oen, no próprio site do numerólogo tem mais informações: www.gilsonchveidoen.com.br

Campanha lançará análise sobre financiamento da educação na gestão Lula

A Campanha Nacional pelo Direito à Educação lançará a publicação "Financiamento da Educação Básica no Governo Lula" durante o FSM (Fórum Social Mundial) que acontece entre 27 de janeiro e 1º de fevereiro de 2009, em Belém (PA). O lançamento ainda não tem dia definido, mas já é certo que contará com a presença dos três autores dos artigos que compõem a publicação: o professor da USP de Ribeirão Preto, José Marcelino Rezende Pinto, o consultor educacional Luíz Araújo, e o coordenador do programa Ação na Justiça da ONG Ação Educativa, Salomão Ximenes. Mais atividades – Durante o Fórum, a Campanha ainda promoverá um seminário sobre ensino médio junto com outras organizações, um ato simbólico sobre o direito à educação e o lançamento da Semana de Ação Mundial 2009, que acontece entre 20 a 26 de abril do ano que vem com o tema “Alfabetização de Jovens e Adultos e Aprendizagem ao Longo da Vida”. A programação completa do FSM será divulgada no início de janeiro. Mais informações sobre o Fórum Social Mundial podem ser obtidas no site www.fsm2009amazonia.org.br.

Iluminação Pública

Comunidade do Sítio dos Pintosreclama de escuridão nas ruas
Os moradores do Sítio dos Pintos perguntam à Emlurb onde está o projeto de Troca de Iluminária, pois a comunidade já pediu várias vezes, por meio de ofício, a realização do serviço, porque várias ruas estão escura. A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) informa que uma equipe técnica fará uma vistoria geral no bairro. O objetivo da ação será identificar possíveis problemas na rede de iluminação pública, que serão corrigidos de imediato.
Postado no Caderno Vida Urbana - Cidadão Reporter - Diário de PE - Data: 16/12/2008

BLOGS

Acessem os blogs do Agente de Comunicação:

http://www.informazealberto.blogspot.com

http://www.blogopopular.blogspot.com

Lá tem mais informações, sobre tudo que acontece no movimento no Recife, em Pernambuco e Brasil.

Comunidade critica projeto para construção de viaduto

Foto/ Diego Nigro
As informações desencontradas sobre a possível construção de um viaduto sobre a comunidade do Santana, localizada no bairro de Casa Forte, tem tirado o sono de muitos moradores do local. A chegada de uma empresa responsável pelo levantamento topográfico da área, para fotografar os imóveis deixou os moradores ainda mais apreensivos. De acordo com a funcionária pública, Adeline Areias, moradora do local, no início do ano, foram feitas as primeiras reuniões para falar sobre a obra e que, antes de qualquer outra ação seria realizado novos encontros para deixar os moradores a par do que estava ocorrendo. “Em uma reunião com a Empresa de Urbanização do Recife (URB-Recife) e com técnicos da empresa, foi dito que antes de qualquer ação aqui, na nossa comunidade, seria enviada uma equipe do Serviço Social da Prefeitura do Recife, para nos orientar, mas nada disso está sendo feito” retrucou. Ela conta que não é contra o progresso, mas que também não quer ser pega de surpresa. “Dizem que será necessário deslocar cerca de 60 famílias, mas até o momento, não veio ninguém para cadastrar os moradores”, reclama. A moradora afirma que o futuro prefeito, João da Costa, durante reunião no Rotary de Casa Forte, garantiu que a comunidade não passaria por nenhuma intervenção, apenas uma inversão no trânsito. Mas segundo a aposentada Adalva Sobral Rodrigues, de 58 anos, não é isso que está acontecendo. A casa dela foi uma das fotografadas pelos técnicos da construtora. “Eles disseram que parte do meu terreno está dentro da obra do viaduto. Não pretendo sair da minha casa, a questão não é apenas a moradia mas a ligação emocional que tenho com a comunidade. Eu nasci aqui, e meu avô veio para a comunidade de Santana no ano de 1917”, conta.
Reportegem da Folha de Pernambuco - 09/12/2008

JUVENTUDE E VIOLÊNCIA

Roda debate sobre o Pronasci no estado A próxima Roda de Diálogo Permanente sobre Juventude e Políticas Públicas será nesta quinta-feira, dia 11 de dezembro, às 9h, na sede da Ong Etapas (Rua da Soledade, 243/249 - Boa Vista). O tema dessa última Roda do ano será sobre o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) e as suas ações para a juventude, recebendo na roda os representantes da Secretaria de Juventude e Emprego de Pernambuco e da Diretoria de Direitos Humanos da Prefeitura do Recife. A proposta é discutir sobre a implantação desse programa e como a sociedade civil poderá acompanhá-lo. Maiores informações pelo 3231-0745.

CAMINHADA MARCA ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

Uma grande marcha pelas ruas do Recife vai marcar as comemorações dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O evento, que será realizado pela Prefeitura do Recife em parceria com Governo Federal, acontece nesta quarta-feira (10), e vai contar com a presença do Ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria Especial de Direitos Humanos do Governo Federal (SEDH) e da secretária de Direitos Humanos e Segurança Cidadã do Recife, Karla Menezes. A Marcha pretende mobilizar grupo de idosos; juventude da rede de ensino do ProJovem Urbano e da Rede Municipal de Ensino; participantes e profissionais do Academia da Cidade; das entidades LGBTs; da Rede de Articulação em Defesa da Criança e do Adolescentes; defensores dos direitos humanos; dentre outros. A concentração vai acontecer na rua da Aurora, em frente ao monumento Tortura Nunca Mais, a partir das 13 horas e a marcha sairá pelas ruas do Recife às 15h. No local da concentração serão oferecidos serviços como aferição arterial, teste de glicemia, corte de cabelo, emissão da carteira de trabalho e apresentações culturais com grupos de teatro, dança e música. Para o diretor de Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã do Recife, Cirilo Mota, a Marcha representa a confirmação que a sociedade está construindo um mundo igualitário, onde todos tenham oportunidades. Essa é a primeira marcha de Direitos Humanos do Brasil que vai reunir vários segmentos e grupos no sentido de fazer uma reflexão das políticas dos movimentos sociais, afirmou. Segundo Cirilo, o momento em comemoração aos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos é um marco da nova agenda mundial pós duas guerras, sendo um evento organizado na contribuição de construção de uma sociedade que respeite a diferença de todos, informou o diretor. A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi proclamada e adotada pela Assembléia Geral das Nações Unidas no dia 10 de dezembro de 1948. Foi o primeiro documento internacional que reconhece que todos os seres humanos têm direitos e liberdades fundamentais e continua a ser o documento mais traduzido do mundo, segundo o Guinnes World Record. Os 30 pontos que a compõem tratam, por exemplo, do direito à locomoção, à propriedade e da proibição da tortura e do trabalho escravo e à igual proteção da lei.

JOSÉ DA RÁDIO É VITIMA DE ASSALTO

A segurança continua sendo uma das principais problemas que esta preocupando os moradores da comunidade de Sítio dos Pintos, em Dois Irmãos , na Zona Norte do Recife. Desta vez, a vítima foi o educador, comunicador popular e agente de comunicação, o Zé Alberto - O Betinho de Sítio dos Pintos (conhecido na internet como o José da Rádio) que foi assaltado ontem (04/12), às 21h30, na Estrada dos Pintos, próximo à curva de Dona Lola . O José da Rádio é morador da comunidade a mais de 20 anos e desenvolve na comunidade atividades ligadas à cultura, educação, comunicação e cidadania. A comunidade já denunciou a falta de policiamento, pois, diariamente há um assalto na região, o que está deixando aterrorizados os moradores da localidade e que as abordagens são feitas por pessoas em motos e bicicletas. Agora, é esperar que seja tomada as providencias cabíveis para que isso não venha acontecer novamente, pois já comunicamos através de ofícios, a comunidade está querendo contribuir com o Pacto pela Vida do Governo do Estado e com os trabalhos da Policia Militar de Pernambuco.

LANÇAMENTO DE LIVRO

"Rádio, movimentos sociais e direito à comunicação"

Organizado por Renata Ribeiro Rolim, o livro "Rádio, movimentos sociais e direito à comunicação" é um dos primeiros frutos editoriais do Núcleo de Documentação dos Movimentos Sociais da UFPE, que tem como um dos objetivos principais a preservação da cultura da memória das lutas dos movimentos sociais de Pernambuco e do Brasil.Os artigos que compõe o livro, alguns deles de renomados estudiosos da área de comunicação, como Armand Mattelart, Venício Lima, Luiz Momesso e Cicilia Peruzzo, não se rendem ao discurso da "novidade" tecnológica, nem a reduções simplistas que se contentam em encaixar o "novo" direito em mais uma geração de direitos humanos. Ao contrário, debruçam-se sobre as possibilidades de uma nova forma de produzir com as ferramentas de comunicação - sejam elas "novas" ou "velhas -, como também dão prioridade ao enfoque dialético, mais atento às rupturas e continuidades operadas na complexificaçã o social e nas formas de teorizá-las. O livro "Rádio, movimentos sociais e direito à comunicação" será lançado no dia 17/12 às 19h na Livraria Cultura.

Presidente Lula lançou o Território de Paz em Santo Amaro

Ações atenderão jovens em situação de risco, visando garantir o desenvolvimento saudável e a convivência juvenil pacífica

Lula lançou o Território de Paz

O presidente Luís Inácio Lula da Silva e o governador Eduardo Campos lançaram, nesta terça-feira, dia 02, no Campo do Onze, no bairro de Santo Amaro, o Território de Paz, ação que integra o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do governo federal. A Secretaria Especial de Juventude e Emprego é parceira no programa e está executando naquele bairro o “Juventude em Movimento”, que faz parte do Protejo – Proteção de Jovens em Território Vulnerável, que compõe uma das 94 ações do Pronasci. O Juventude em Movimento visa oferecer gratuitamente atividades voltadas à cidadania, inclusão digital, esporte, cultura, comunicação e qualificação profissional, além de uma bolsa mensal de R$ 100,00 para os participantes matriculados em escolas. Serão beneficiados 400 jovens de 16 a 24 anos, expostos à violência doméstica, urbana ou em situação de rua, inscritos no programa e que foram selecionados para iniciar as atividades a partir do início do próximo ano, no futuro Centro de Referência da Juventude, que funcionará na Avenida Jayme da Fonte, 128 – no bairro de Santo Amaro. As atividades serão desenvolvidas em dois ciclos, totalizando 800 horas. As temáticas desenvolvidas no projeto terão de trabalhar o jovem nas dimensões família, amigos, comunidade e sociedade, levando em consideração que a mudança não pode ocorrer somente com o jovem, mas também com sua família, seu entorno (comunidade onde vive) e o meio social onde ele se insere (sociedade). Os próximos municípios a serem atendidos são Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho e Paulista. Fonte: Assessoria de Imprensa/SEJE

CULTURA NA TERÇA

MARACATU CAMBINDA ESTRELA LANÇA CD NO TERÇA NEGRA

Nesta terça-feira (2), a partir das 20h, o projeto Terça Negra abre espaço para show de lançamento do 1º CD do Maracatu Nação Cambinda Estrela – Maracatu de Festa e Luta. A programação festiva contará com apresentação de convidados do grupo. O maracatu foi criado em 1935, no Alto Santa Isabel (Casa Amarela) no estilo de baque solto ou de lança. Foi reestruturado para baque virado (1953), pelo mestre Ivaldo Marciano de França Lima, na comunidade de Campina do Barreto. Em 1970, foi campeão do carnaval do Recife. Desativado em 1988, passou muitos anos distante das ruas e do carnaval recifense. Em 1997, entra em cena com o apoio de moradores da localidade de Chão de Estrelas. Conquistou os campeonatos do carnaval do Recife (1998 e 1999). Garantiu o título pelo 1º grupo B (2000).O Cambinda Estrela realiza trabalho social com jovens e adultos da comunidade. Alfabetização, oficinas de música, dança e figurino. A sede funciona na rua Marcílio Dias, Chão de Estrelas (Campina do Barreto).

COMUNICAÇÃO

A Prefeitura

RÁDIO POPULAR LEVA ARTE AO MERCADO DA BOA VISTA

Os amantes da cultura pernambucana terão uma opção diferente para admirar a arte do Recife e da Região Metropolitana. Neste sábado (29), o Mercado da Boa Vista será palco do projeto Rodada Cultural. A ação é promovida pela Rádio Popular do Mercado da Boa Vista, instalada pela Prefeitura do Recife. O evento acontecerá a partir das 13h30, em uma arena montada no local, onde haverá apresentações e exibições de filme e fotografias. Rádio Popular – O Projeto de instalação de Rádios Populares nos Mercados Públicos é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Gestão Estratégica e a Csurb. Além do Mercado da Boa Vista, a Prefeitura instalou uma rádio popular no Mercado Público da Encruzilhada. As rádios operam através de caixinhas instaladas na área interna dos referidos mercados. O objetivo é ampliar esta iniciativa, levando-a para outros mercados públicos do Recife. As rádios instaladas têm o objetivo de levar ao freqüentador dos mercados o melhor da música pernambucana, com entrevistas de artistas locais e divulgação de serviços de utilidade pública. Os programas são produzidos também por estudantes da Faculdade Mauricio de Nassau e pela equipe de rádio da Prefeitura do Recife. A rádio funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Cada Box tem direito a comerciais gratuitamente.

Confira a programação:

Teatro - o espetáculo Do Bêbado e do Moço Luna, do grupo Loucos e Oprimidos da Maciel, que homenageia o poeta pernambucano, Erickson Luna, freqüentador assíduo do mercado da Boa Vista;

Cinema - as películas: Filme Êxito D´Rua (Cecília Araújo) 15´´, Miro: Preto, Pobre, Poeta e Periférico (Wilson Freire) 22´´, Vertical (Eva Jofilsan) 2´´ e Redenção (Raul Moraes) 8´´;

Música - Casas Populares da BR 232. Que grupo é esse? Tocam música regional, coco, ciranda;

Fotografia - a exposição Olinda e Recife em P.B, do fotógrafo Léo Lima;

Poesia - os poetas Toninho D´Olinda e Biagio Carlos Carlos.

FALTA TUDO... QUASE NÃO TENHO NADA...

Setenta por cento dos jovens assassinados são Negros. A chacina "nossa" de cada dia. Há cerca de 20 dias, três jovens foram assassinados, em uma comunidade na Zona Norte do Recife que tem um pequeno índice em homicídio. Mais os jovens sofrem diariamente com as diversas formas de violência, o acesso ao mundo das drogas e a falta de uma política de segurança cidadã nas periferias da capital pernambucana. “Estamos com muito medo de sair de casa, na rua, de andar na cidade. A gente está muito assustado”, desabafou um dos moradores e amigos dos jovens, o Marcelo Gomes, 23 anos. Já um outro morador o Fernando Cardoso, 17 anos, também está preocupado, revelando seu pavor com tamanha insegurança na cidade. “Não saiu à noite. Pois, não sei se eu vou voltar para casa em paz”, disse. Um outro, o Rivaldo Mello, 29 anos, faz 4 anos que esta esperando uma oportunidade. “Vivencio uma situação precária, onde posso ter o acesso a quase tudo, menos a um emprego”. Estes jovens estão em um grau de situação de risco social grande, e o governo precisa fazer algum que promova a eles um ação de resgate da cidadania, a oportunidade de ter acesso aos direitos fundamentais, ampliar a sua rede de prevenção policial e dividir bem os recursos que o Governo Federal, através do PRONASCI, esta disponibilizando para o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife. A cidade que é conhecida por ser a Veneza Brasileira, mais um outro lado é ser reconhecida como uma das capitais mais violentas do Brasil, isso não dá. Por isso, vamos de fato investir nas políticas para os jovens recifenses e fazer a implementação de uma política municipal de juventude que garanta o aspecto de que jovem é presente e sujeito de direito.

HOMOFOBIA NA CASA DO ESTUDANTE

Acusação de homofobia tumultua Casa do Estudante
Uma suposta acusação de homofobia desencadeou um clima tenso de insultos e agressões entre os estudantes da Casa do Estudante Universitário (CEU) da UFPE. Segundo a atual direção da casa, formada por estudantes homossexuais, um grupo de residentes teria feito ameaças e incitado o preconceito sexual dentro da unidade. O mal-estar teria começado semana passada, após ter sido divulgado o resultado das eleições anuais para a nova diretoria, vencidas nas urnas pela chapa Atitude, composta por alunos heterossexuais. A partir de então, a rixa teria se acirrado. Alguns estudantes dizem ter sido alvo de uma série de "agressões homofóbicas" por parte do outro grupo. O caso foi parar na delegacia. Anteontem, o Departamento de Assuntos Estudantis (DAE), vinculado à Pró-reitoria para Assuntos Acadêmicos (Proacad) da UFPE, recebeu uma denúncia formal sobre o caso. A queixa também foi registrada na Delegacia da Várzea. No boletim do ocorrência, eles dizem ter sido vítimas de calúnia, difamação, ameaça e agressão física e verbal pelo fato de serem gays. "Um deles me insultou e ameaçou cortar o meu pescoço. Estou com medo", disse um dos rapazes, que não quis se identificar. Segundo versão contada por eles, na última quarta-feira, um grupo da chapa rival fez uma comemoração na quadra do Núcleo de Educação Física e Desportos (NEFD) com ataques homofóbicos. Um residente teria estendido um lençol azul na janela e gritado frases de orgulho hétero. Nessa mesma noite, um outro teria insultado e ameaçado de morte um dos homossexuais. Seguranças da guarda patrimonial da UFPE foram acionados ao local, mas, segundo representantes dos homossexuais, nenhuma medida foi tomada. No domingo, eles dizem que os héteros voltaram a fazer ameaças com barulho nos corredores e gritos de "viva a homofobia". Integrantes da chapa Atitude negaram ter havido manifestação homofóbica. Eles rebateram a acusação dizendo que a direção atual permite que drogas e pessoas estranhas entrem no prédio. "Eles também andam de saia pela casa e fazem provocações. Colocaramum telefone rosa no térreo e atendem dizendo que esta é uma casa gay", disse outro residente, também que não quis revelar a identidade. A pró-reitora acadêmica da UFPE, Ana Cabral, afirmou, ontem, que irá abrir sindicância interna para apurar o caso e disse que a instituição "condena qualquer intolerância de sexo, cultura e etnia". A conclusão das investigações deve sair no prazo de 30 a 60 dias. É notícia no Diário de Pernambuco do dia 26/11/2008.

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA

COMBATE AO RASCIMO COM MUITA RAÇA E FÉ A cidade do Recife em vários momentos já foi considerada capital brasileira do Racismo, um título que nos envergonha e que nos faz fortalecer o compromisso em combater as várias expressões do racismo brasileiro, esta definição também nos instiga a informar que no Recife, a luta do movimento negro vem provocando mudanças nos comportamentos e atitudes racistas de nosso cotidiano, com muita raça e fé. No entendimento de algumas pessoas que discuti a questão, o combate à discriminação racial deve ser efetivado a partir de atitudes individuais, mais, sobretudo com políticas públicas que valorize o homem e a mulher negra e empreendam ações afirmativas que coloquem a população negra em uma situação melhor no mercado de trabalho, nas escolas e universidades, nos meios de comunicação. Hoje, a capital pernambucana pode se orgulhar das políticas instituídas nos últimos anos com a definição no calendário oficial do dia nacional da consciência negra, da criação e aplicação do Programa de Combate ao Racismo Institucional, da criação de órgãos de cultura negra e saúde da população negra. Além de grupos de relações étnicas raciais na educação e de um organismo de articulação das políticas de igualdade racial. Porém, muitos têm a consciência que é muito pouco ainda para as demandas dessa causa, pois o povo negro na historia sempre foi os mais vulneráveis e que vivem em situação de risco social. Em Pernambuco, o estado que mais tem mais homicídios e o Recife, a capital que tem mais jovens assassinados, que a grande parte dessas vitímas são negros, pobres e moram na periferia. Por isso o dia 20 de novembro faz com que garanta o Dia da Consciência Negra para colocar em pauta em todo País, as questões dessa população no combate ao racismo, às lutas por políticas públicas para o povo negro, sensibilização através da educação, das musicas, dos grupos de dança e outras formas de artes, e também o de comemorar as grandes conquistas dos afrosdescendentes.

Seminário Estadual 18 anos do ECA

Para marcar seus 18 anos de fundação e a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente, o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDCA/PE, em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco-UFRPE, realizará nos dias 19, 20 e 21 de novembro deste ano, no Salão Nobre da UFRPE, o Seminário Estadual 18 anos Estatuto da Criança e do Adolescente, com o objetivo de discutir os avanços e entraves que norteiam o universo desse importante aparato jurídico. A iniciativa significa um fórum de discussões direcionado para o debate acerca dos problemas contemporâneos da infância em Pernambuco e no Brasil. “O Seminário pretende reunir profissionais do sistema de garantia de direitos, professores, universitários, gestores entre outros, pois foi a partir das mobilizações organizadas por vários seguimentos que surgiu o Estatuto”, afirmou a presidente do Conselho Estadual, Eleonora Pereira. O Seminário também representa a primeira atividade da Escola de Conselhos de Pernambuco.O Projeto, construído pelo CONANDA, CEDCA-PE e UFRPE, busca capacitar continuamente os conselheiros tutelares e de direitos do nosso Estado. As inscrições poderão ser feitas até o dia 14 de novembro. Basta preencher a ficha e enviar para escoladeconselhospe@yahoo.com.br. As vagas são limitadas. Confira a programação do Seminário: 19 de Novembro de 2008 13:00 horas - Credenciamento 15:00 horas - Cerimônia de Abertura 16:00 horas - Conferência de Abertura: 18 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente: dos entraves aos novos caminhos Olympio de Sá Sotto Maior Neto Procurador Geral de Justiça do Estado do Paraná Coordenação: Paulo Donizeti - Pró-Reitor de Extensão - UFRPE 20 de Novembro de 2008 Manhã 9:30 horas - Painel de Diálogo I História da Assistência à criança e adolescente no Brasil Érica Windler - Universidade de Michigan EUA Alcileide Cabral - UFRPE Vera Braga - UFPE Coordenação: Humberto Miranda - UFRPE Tarde 14:00 horas - Painel de Diálogo II Assistência à criança e adolescente: Estado, Direitos Humanos e Movimentos Sociais Élio Braz - Coordenadoria da Infância e Juventude - CIJ/TJPE Valéria Nepomuceno - CENDHEC Jaime Benvenuto - UNICAP Coordenação: Rosa Barros - Conselheira do CEDCA/PE 16:00 horas - O Brasil e a Convenção Internacional dos Direitos das Crianças: 19 anos depois Renato Roseno - Renato Roseno - Advogado, participou do Grupo de Trabalho que elaborou o Relatório Alternativo da Sociedade Civil brasileira apresentado pela ANCED e Fórum DCA Nacional ao Comitê dos Direitos da Criança das Nações Unidas (2004). Coordenação: Eleonora Pereira da Silva - Presidente do CEDCA/PE Coquetel 21 de Novembro de 2008 Manhã 9:30 horas - Painel de Diálogo III Crianças e adolescentes do Brasil: olhares contemporâneos José Luís Simões - UFPE Aurenea Oliveira - UFRPE Débora Tito Farias - Ministério Público do Trabalho Coordenação: Vanessa Pedrosa - UNICAP Tarde 14:00 horas - Painel de Diálogo IV Estatuto da Criança e do Adolescente: avanços e entraves Silvino Neto - Presidente do CEDCA/PE (1991, 1997-1999, 2003-2004) Stela Santos Graciani - PUC-SP Coordenação: Inalva Regina Cavendish Moreira - 1ª Vice-presidente do CEDCA /PE Mais informações: Escola de Conselhos 81- 3320.6067 (das 14h às 17:30h)

POLÍTICAS PARA AS JUVENTUDES

Políticas públicas para os jovens não saem do papel As juventudes recifenses vão pressionar as comissões de Direitos Humanos (Priscila Krause), Legislação e Justiça (Jurandir Liberal) e a de Juventude (Henrique Leite) para colocarem em debate o Projeto de Lei 21/2008 que cria e mantem o Conselho Municipal de Políticas Públicas da Juventude do Recife - CMPPJ/Recife.

A capital pernambucana está nessa discussão a mais de seis anos e ao final do segundo mandato do prefeito João Paulo não saiu do papel. O projeto está em fase de análise nas comissões da Câmara Municipal do Recife. Posterior a essa análise será posto para votação pelos vereadores que compõem a Câmara, depois à sanção do conselho pelo prefeito e a criação do plano municipal de juventude.

O Conselho tem por finalidade fortalecer a autonomia, organização e a participação social da juventude, bem como formular e propor políticas afirmativas de promoção e garantia dos direitos da Juventude.

Pioneirismo - A Assembléia Legislativa já saiu na frente com a aprovação da PEC de Juventude. O Governo do Estado em menos de dois anos já criou várias políticas para os jovens de controle social que são: Conselho, Plano Estadual e Portal da Juventude.

SEGURANÇA

Falta de policiamento em Sítio dos Pintos e em Dois Irmãos
A segurança pública continua sendo uma das principais queixas dos participantes do Cidadão repórter. Desta vez, o internauta José da Rádio denuncia a falta de policiamento para os bairros de Sítio dos Pintos e Dois Irmãos. Segundo ele, diariamente há um assalto na região, o que está deixando aterrorizado os moradores das duas localidades. José da Rádio conta, ainda, que as abordagens são feitas por homens em motos e bicicletas. A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que a segurança na área é feita por duas viaturas que fazem rondas 24h. Sugestões também podem ser dadas para o comando do 11º batalhão pelo email comando11bpm@hotmail.com ou pelo telefone 3181-3520.
DIÁRIO DE PERNAMBUCO - 11/11/2008

LIMPEZA URBANA

Morador do Sítio dos Pintos agradece à Prefeitura do Recife

Cidadão repórter prata, José da Rádio, morador dos Sítio dos Pintos, envia e-mail para a redação do Cidadão Repórter para agradecer à Secretaria de Serviços Públicos da Prefeitura do Recife, em especial à pessoa do secretário Amaro João. Segundo ele, há três semanas, a secretaria vem ampliando e fazendo ações de limpeza, conservação e cortes de árvore na comunidade, que estava precisando bastante dos serviços.

DIÁRIO DE PERNAMBUCO - 21/10/2008

Cidadania

Mobilização em prol das crianças da comunidade Sítio dos Pintos

Em outubro no mês das crianças, os moradores de Sítio do Pintos, na Zona Norte do Recife, vão se mobilizar para realizar a segunda festa das crianças da comunidade. O cidadão-repórter José da Rádio aproveita o espaço para pedir apoio aos internautas. A ajuda pode ser de pessoas físicas ou jurídicas. Os organizadores esperam arrecadar brinquedos velhos, além de doces, pipocas, papel, tintas, materiais desportivos e roupas usadas. A iniciativa é da Comissão Pró-Arraial do Sítio dos Pintos. As ajudas podem ser enviadas para a Estrada dos pintos/ Travessa São Pedro, nº 80 - Sítio dos Pintos, CEP 52171-050 ou pelo contato 8856-7034.

DIÁRIO DE PERNAMBUCO - 16/09/2008

EDUCAÇÃO

Reclamações sobre falta de acessibilidade em escola

A denúncia foi no Cidadão repórter. O internauta identificado como José do Rádio pediu providências à Secretaria de Educação do Recife para melhorar a acessibilidade da Escola Municipal Mundo Esperança. Segundo ele, a escola tem uma escadaria mas não dispõe de rampa, o que dificulta o acesso de crianças e até idosos. Segundo Ester Rosa, coordenadora de gestão da rede municipal, está sendo feito um levantamento das necessidades de acessibilidade nas 218 unidades da rede. No caso das escolas localizadas em áreas de morro, onde há escadarias, uma das opções é matricular as pessoas com dificuldade de locomoção em áreas planas.

DIÁRIO DE PERNAMBUCO - 02/09/2008

CADERNO GRANDE RECIFE - FOLHA DE PERNAMBUCO

Paz é pedida em protesto
LARISSA BRAINER
Há cerca de 20 dias, Rejane da Silva, 43 anos, perdeu o filho de 18 anos. Ele foi assassinado. Rejane e seu filho são duas entre as várias pessoas que sofrem diariamente com a violência e a falta de segurança na comunidade de Sítio dos Pintos, em Dois Irmãos. “Estou com medo de sair na rua, medo de dormir. Minha filha de 15 anos também está temerosa em sair de casa”, desabafou a vendedora. Liziane Cristina da Silva, 18 anos, também juntou-se ao coro, revelando seu pavor com tamanha insegurança no bairro. “Não saímos à noite. Durante o dia, saímos e não sabemos se vamos voltar”, disse. E foi para pedir paz, segurança e os direitos básicos do cidadão que Rejane, Liziane e outros moradores se reuniram, ontem, no Apitaço da Paz, na própria comunidade. O manifesto foi promovido pela Comissão Pró-Arraial de Sítio dos Pintos (Compasp) como uma das atividades do Plano de Ações para a Comunidade de Sítio dos Pintos. “Nosso objetivo é chamar a atenção do poder público para a violência na comunidade. Não queremos apenas policiamento. Queremos projetos sociais que mudem a nossa realidade, que dêem oportunidade aos nossos jovens”, afirmou o coordenador do Compasp, Zé Alberto da Silva. No muro em frente à Escola Municipal Mundo Esperança, alunos e integrantes da comunidade colavam cartazes expondo seus desejos e reivindicações para a localidade onde moram. Educação, Transporte, Respeito, Saúde, Amor e Vida eram algumas das palavras presentes. “Também queremos fazer a comunidade pensar no exercício da cidadania”, explicou Zé Alberto. O 13° Batalhão da Polícia Militar (BPM), responsável pela área, foi contactado pela reportagem da Folha , mas sem sucesso.

MAIS SEGURANÇA

Sítio Os moradores do Sítio dos Pintos pedem à Secretaria de Defesa Social (SDS) mais segurança na comunidade, pois todos os dias estão acontecendo assaltos. Os assaltantes utilizam sempre motocicletas e fogem com bastante rapidez. Coluna Folha da Cidade - Folha de Pernambuco - PE 13/03/2008